KPMG: M&A no setor de educação cresce 42% no 1º semestre em comparação anual

O número de fusões e aquisições realizadas pelas empresas de educação no primeiro semestre cresceu 42% em comparação com o mesmo período do ano passado, aponta levantamento trimestral da KPMG, antecipado ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Nos seis primeiros meses de 2020, foram 14 operações, ante 20 realizadas neste ano.

O relatório aponta que, das 20 operações fechadas no período, todas foram realizadas entre companhias brasileiras.

“Os números mostraram que o mercado doméstico continuou aquecido, mesmo no período de pandemia. Apesar de ter sido fortemente impactado no ano passado devido à pandemia da covid-19, o setor de educação está se movimentando para buscar uma retomada de crescimento. O aumento de operações no segmento gera uma grande expectativa para o cenário dos próximos meses”, analisa o sócio de educação da KPMG, Marcos Boscolo.

Entre outros segmentos, os setores com maior quantidade de transações foram: Empresas de Internet (268), Tecnologia da Informação (131) e Instituições Financeiras (92).

As empresas brasileiras realizaram 804 operações de fusões e aquisições no primeiro semestre deste ano, aumento de 55% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram fechados 514 negócios. Trata-se do melhor semestre dos últimos dez anos, aponta a KPMG.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.