Suspeito de atacar ex-companheira com punhal na BA se apresenta à polícia e é liberado após depoimento


Vítima relatou se sentir insegura e pediu a prisão do ex-companheiro, para que seja feita Justiça. Valdoelson Oliveira Silva, de 46 anos, fugiu após o crime e está foragido
Reprodução/TV Subaé
O homem suspeito de atacar a ex-companheira Iolanda Gomens, de 49 anos, com golpes de punhal na cidade de Candeal, no interior da Bahia, se apresentou na delegacia nesta quinta-feira (9) e foi liberado após o depoimento.
Mulher leva mais de 20 pontos no braço após ser agredida com golpes de punhal pelo ex-companheiro no interior da Bahia
“Meu sentimento é de injustiça, porque um homem desse quase me matou e no final a Justiça não prendeu ele”, disse Iolanda.
A vítima relatou se sentir insegura após o ex-companheiro ser liberado da delegacia.
“Não me sinto segura de jeito nenhum, não é à toa que não estou na minha casa, estou morando com parentes. Minha liberdade acabou enquanto ele não for para a cadeia”, disse Iolanda.
“A Justiça foi muito lenta comigo. Prestei depoimento sexta-feira [3]. Oito dias depois é que vão ouvir testemunhas? Oito dias depois que vai pedir mandado de prisão? Estou arrasada com isso”, desabafou.
Para Iolanda, o que ela mais deseja no momento é que o ex-companheiro seja preso.
“Ele quase decepou meu pescoço, só não decepou, porque coloquei o braço. Agora mais do que nunca vou lutar para colocar ele na cadeia”, comentou.
Segundo a delegada substituta da Polícia Civil de Candeal, Ludmila Andrade, Valdoelson Oliveira Silva, de 46 anos, se apresentou espontaneamente na delegacia acompanhando do advogado e confessou o crime. Ela disse que o suspeito não foi preso, porque não tinha mandado de prisão contra ele.
“Ainda está sob investigação para saber se há necessidade ou não [da prisão], se há provas que façam caber a preventiva. As oitivas das testemunhas será amanhã [sexta-feira, 10]”, disse a delegada.
Ainda segundo a delegada, foi decretada uma medida protetiva de urgência para a vítima. Ela disse que esta é a primeira queixa contra Valdoelson e relatou que o casal ficou junto por quatro anos.
Caso
Mulher denuncia ex-companheiro após ser agredida com golpes de punhal em Candeal, no interior da Bahia
Reprodução/TV Subaé
A dona de casa Iolanda Gomes, de 49 anos, levou mais de 20 pontos no braço direito após ser agredida com golpes de punhal. O caso ocorreu no município de Candeal, a 120 km de Salvador. Ela afirma que o crime foi cometido pelo ex-companheiro, Valdoelson Oliveira Silva de 46 anos, que não aceitava o fim do relacionamento.
O caso aconteceu no dia 28 de agosto. A vítima conta estava em um bar com familiares, quando foi surpreendida pelo suspeito.
A dona de casa relatou que o ex-companheiro deu dois golpes de punhal na direção do pescoço dela, no entanto, o braço direito foi atingido enquanto ela tentava se defender.
Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Assista aos vídeos do G1 e TV Bahia 💻
Ouça ‘Eu Te Explico’ 🎙
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.