Justiça decreta prisão de dois suspeitos de matar comerciante durante arrastão na Oscar Freire, nos Jardins


Dupla foi identificada, mas continua foragida na manhã desta quarta-feira (22). Terceiro suspeito é um adolescente já apreendido pela polícia. Caso aconteceu no dia 10, na Zona Oeste da capital. Polícia procura dois suspeitos de matar comerciante durante arrastão na Rua Oscar Freire, nos Jardins
Arquivo pessoal/Reprodução
A Justiça decretou nesta terça-feira-feira (21) a prisão de dois homens suspeitos de matar um comerciante em um arrastão na Rua Oscar Freire, no bairro dos Jardins. Eles já foram identificados, mas seguem foragidos nesta quarta-feira (22).
A decisão judicial atendeu a um pedido do delegado do 78º Distrito Policial, que investiga o caso.
A polícia solicitou a prisão temporária por 30 dias, além de busca e apreensão, contra Rafael Pereira dos Santos Ozório, de 19 anos, que seria o autor dos disparos, e Wellington Costa dos Santos, de 24 anos, que seria o comparsa no crime.
Nesta manhã, policiais civis já cumpriram os mandados e encontraram a mãe e dois irmãos de um dos homens, Rafael.
O terceiro suspeito de envolvimento no crime, um adolescente de 17 anos, já foi apreendido, após ser localizado pela Polícia Civil com uso de um aplicativo para localização de aparelho celular.
Arrastão nos Jardins deixa uma pessoa morta
Com a família, os agentes apreenderam quatro celulares, pequenas bolsas, um tablet, 1kg de crack e um pouco de maconha.
Os parentes do suspeito foram levados para depoimento na delegacia. O delegado ainda não sabe se os aparelhos têm relação com o arrastão.
Rafael e Welington não foram localizados em suas residências e são considerados foragidos da Justiça.
Policiais preservam local onde uma pessoa foi morta na Rua Oscar Freire durante arrastão
Luiz Silva e Silva
Investigação
No dia 10 de setembro, um adolescente e dois comparsas roubaram celulares de 12 vítimas na Rua Ministro Rocha Azevedo por volta das 22h30, de acordo com a Polícia Civil.
Um empresário, Leonardo Mitio Iwamura, de 42 anos, foi atingido por disparos, não resistiu aos ferimentos e morreu. Os três homens, então, fugiram em duas motocicletas.
Mitio era solteiro, não tinha filhos e era dono de uma sorveteria, que fica na mesma rua onde ocorreu o arrastão.
De acordo com a polícia, trata-se de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte), que ocorreu mediante grave ameaça, com emprego de arma de fogo e utilizando motocicletas.
Novo vídeo mostra arrastão na Oscar Freire que terminou com a morte de comerciante
Através de um aplicativo para localização de um dos aparelhos roubados, policiais civis do 78° DP identificaram o paradeiro do objeto, e conseguiram apreender o adolescente e uma das motos, também identificada como produto de roubo.
O suspeito tem 17 anos, já tinha passagem pela polícia e chegou a ser detido em Americanópolis, na Zona Sul da capital, com uma moto roubada.
Os comparsas do adolescente foram identificados na sequência e a Polícia Civil pediu a prisão temporária da dupla, assim como a concessão de mandados de busca e apreensão.
O cumprimento dos mandados aconteceu nesta quarta-feira, com ação de policiais civis da 1ª Seccional Centro, do 78º DP e cinco equipes do GARRA/DOPE.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.