Funarte inicia comemoração pelos 200 anos de Independência do Brasil

Em 2022, a Independência do Brasil completa 200 anos. Como a data não pode passar em branco, a Fundação Nacional de Artes (Funarte) criou um cronograma de iniciativas culturais para festejar a ocasião. A abertura das comemorações ocorreu na noite dessa terça-feira (21/9) com um concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, regida pelo maestro Claudio Cohen e com participação do tenor Saulo Laucas. O espetáculo teve como cenário a Concha Acústica.

O repertório do concerto gratuito integrou obras de compositores brasileiros e estrangeiros que, de alguma forma, estão relacionados com a Independência do solo verde-amarelo. No espetáculo realizado na Concha Acústica, a orquestra apresentou sete músicas, sendo a última interpretada por Saulo Laucas, deficiente visual e autista. A composição cantada pelo tenor ao som da Orquestra Sinfônica é a Panis Angelicus, de César Franck.

O público prestigiou os artistas e assistiu à apresentação com total concentração. Na plateia, estavam o secretário de Cultura do DF, Bartolomeu Rodrigues, e o presidente da Funarte, Tamoio Marcondes. Ele subiu ao palco para dizer algumas palavras a respeito do cronograma da instituição das artes para festejar o bicentenário da Independência. O evento conta com o apoio do Ministério do Turismo e da Secretaria Especial de Cultura.

Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Maestro Claudio Cohen é o regente da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro

Ao todo, o evento é fruto de ações de três projetos culturais que englobam o Arte de Toda Gente (ATG), programa da Funarte com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). São eles: Bossa Criativa, Um Novo Olhar (UNO) e Sistema Nacional de Orquestras Sociais (Sinos). Quem não pôde comparecer à Concha Acústica assistiu ao espetáculo pelo canal Arte de Toda Gente, no YouTube.

Ao fim da apresentação, o público fez questão de aplaudir os artistas. Vale lembrar que a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) é considerada uma das principais do gênero no país. Atualmente, o grupo tem regência do maestro Claudio Cohen, cidadão honorário de Brasília com participação ativa no cenário musical brasileiro e do exterior.

Confira os cliques:

Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Idealizadores do evento na Concha Acústica
Bruno Rodrigues, o presidente da Funart, Tamoio Marcondes, Marcelo Nery Costa e Bernardo Guerra
Bruno Rodrigues; o presidente da Funarte, Tamoio Marcondes; Marcelo Nery Costa e Bernardo Guerra
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Secretário de Cultura do DF, Bartolomeu Rodrigues
Tenor Saulo Laucas e o maestro Claudio Cohen
Tenor Saulo Laucas e o maestro Claudio Cohen
Claudia Meireles e Bernardo Guerra
Claudia Meireles e Bernardo Guerra
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Convidados
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
O evento marca o início da programação para celebrar os 200 anos da Independência do Brasil
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Jonas Mastella e Helena Guerra
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Stefani Borges e Mateus Abadio
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Local do evento
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
O público assistiu atentamente
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
O evento ocorreu nessa terça-feira (21/9)
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Projeto Sinos faz parte da organização
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
O Bossa Criativa visa a arte, cultura e inclusão
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Presidente da Funarte, Tamoio Marcondes falou algumas palavras
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Maestro Claudio Cohen
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro e o maestro Claudio Cohen
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Plateia
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Público assistiu à apresentação
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Maestro Claudio Cohen
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Integrantes da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Momentos da apresentação
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
O tenor Saulo Laucas interpretou a última música do repertório
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
A música cantada pelo tenor foi Panis Angelicus, de César Franck
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Público
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Idealizadores do evento
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro e o maestro Claudio Cohen
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Crianças compareceram à apresentação
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro e o maestro Claudio Cohen
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Fim da apresentação
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
O público aplaudiu
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Plateia saudou a orquestra e o maestro
Concha Acústica celebra os 200 anos da Independência do Brasil
Concha Acústica

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

O post Funarte inicia comemoração pelos 200 anos de Independência do Brasil apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.