PCDF e MPGO desarticulam grupo especializado em fraudar licitações para medicamentos

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e o Ministério Público de Formosa (GO) cumpriram, nesse domingo (12/9), sete mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária de empresários e empresas distribuidoras de medicamentos no Valparaíso, em Luziânia e em Brazlândia.

A investigação desenvolvida pelo MP nos últimos seis meses identificou o desvio de R$ 2 milhões dos cofres públicos do município de Formosa entre 2020 e 2021 na aquisição de medicamentos, com dispensa de licitações. Quatro empresas estão sendo investigadas na operação.

Segundo o MP, as empresas utilizam nome de “laranjas” e fraudam as licitações para o fornecimento de medicamentos a preços superfaturados. Foram identificados mais de 200% de superfaturamento em determinados produtos adquiridos pelo Fundo Municipal de Saúde.


0

Os envolvidos no esquema criminoso apresentavam ao Fundo Municipal orçamentos falsificados com preços acima dos praticados no mercado. A aquisição de tais medicamentos era previamente determinada pelo Poder Judiciário para atender pacientes de Formosa que não obtiveram os remédios na Secretaria de Saúde municipal.

Em caso de condenação, os investigados estão sujeitos a uma pena de reclusão de 6 a 20 anos. A investigação continua para identificar outros envolvidos.

O post PCDF e MPGO desarticulam grupo especializado em fraudar licitações para medicamentos apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.