Legado de Ingo Fischer na FIESC representa uma história de desenvolvimento industrial para brusque e região

HISTÓRIA

Eram meados dos anos 70 e o município de Brusque já despontava como um dos mais fortes de Santa Catarina, com uma indústria têxtil pujante que, mais tarde, o transformaria no Berço da Fiação Catarinense. Porém, outro setor crescia em igual proporção, o metal mecânico, que era comandado por grandes empresários da cidade.

Estes industriais não sabiam, mas contribuiriam para desenvolvimento de diversas obras que beneficiariam o setor. Tudo começa quando, representantes destas empresas reuniram-se e, em 23 de setembro de 1974, na sala de reuniões da Associação Comercial e Industrial de Brusque, localizada naquela época na avenida Cônsul Carlos Renaux, fundam a Associação das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Brusque. Em 30 de setembro do mesmo ano, foram aprovados os Estatutos da Associação e eleita a primeira diretoria para o biênio 1974/1976, tendo como presidente o empresário Ingo Fischer, da Irmãos Fischer S/A Ind. e Com, este grande homem que se tornou uma figura ilustre para Brusque. Já em 16 de junho de 1976, após nova assembleia, foi solicitado ao Ministério do Trabalho o reconhecimento da Associação como Sindicato, tendo a “Carta Sindical”, concedida pelo Ministro Arnaldo Prieto em 13 de fevereiro de 1979.

Em 2017 Ingo Fischer recebeu a Ordem do Mérito Nacional concedida pela CNI

EDUCAÇÃO E SAÚDE

No mesmo ano, o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Brusque – SIMMEBR, requereu sua filiação à Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC, e o presidente Ingo Fischer, passou a ter importante papel nas ações da Federação, participando ao longo dos anos de várias diretorias da entidade e conselhos e, consequentemente, trazendo muitas melhorias para a cidade e para a região.

“Durante este período, eu sempre fiz parte da FIESC e sempre trabalhei em prol de Brusque, tanto que consegui para a comunidade brusquense várias obras, como o Centro Esportivo do SESI, a criação da Escola Técnica de Mecânica do SENAI, inclusive, comprando terrenos, construindo, adquirindo máquinas e ampliando sua estrutura onde, posteriormente, adquirimos uma nova área para construção do auditório, novas salas de aulas, ampliação do espaço da Escola Técnica e, recentemente, a quadra poliesportiva no SENAI; além de contribuir com os trâmites comerciais para a compra dos terrenos do SESI Escola e do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque, o CESCB”, lembrou Ingo Fischer.

Fischer recorda que, uma das grandes necessidades do setor metal mecânico naquela época era mão de obra qualificada para atender às indústrias. Em parceria com o SENAI e buscando recursos na Federação, foi comprada uma área para ampliar a unidade que, anteriormente, atendia apenas o Laboratório de Fiação e Tecelagem – LAFITE. Com o apoio do empresário, além da compra do terreno e construção do espaço, foram adquiridas máquinas e contratados profissionais qualificados para formar estes trabalhadores, que iniciaram as aulas em fevereiro de 1989. Atualmente, o SENAI conta com 4.077 alunos que estudam na unidade de Brusque, sendo 685 nos cursos de aprendizagem Industrial, 491 no ensino técnico, 1.366 no Curso de Qualificação Profissional – FIC, além de 241 alunos do SESI que cursam os anos finais do Ensino Fundamental e 88 alunos no Ensino Médio. A unidade recebe ainda, cerca de 515 estudantes da Escola de Jovens e Adultos – EJA.

Ordem do Mérito Estadual recebida em 2009

O crescimento no setor e o incentivo a mão de obra qualificada, trouxeram moradores de outras regiões para Brusque, o que também despertou a atenção do presidente para a necessidade de um espaço de lazer e educação destas famílias.

Nesse período, o então presidente da FIESC, Milton Fett, precisou transferir de Brusque para Florianópolis, a Central de Compras da Federação. “Como membro da Federação há muitos anos, argumentei dizendo que a cidade perderia muito com a transferência da Central, como arrecadação, receita tributária e empregos. O presidente propôs ver o que Brusque precisava para compensar a saída. Fizemos reuniões e chegamos a conclusão de que um Centro Esportivo seria o ideal, pois víamos que as indústrias maiores tinham seus próprios ginásios de esportes e as pessoas das empresas menores não podiam frequentá-los”, lembrou Fischer.

Desta maneira, A FIESC adquiriu a área na Rodovia Antônio Heil, onde foi inaugurado em 26 de outubro de 1990, o Centro Esportivo do SESI, que levou o nome do brusquense, ex-presidente da FIESC, Guilherme Renaux. Hoje o Centro Esportivo atende cerca de 550 pessoas por mês na academia e outras modalidades e uma média de 1.300 horas/mês em uso das instalações por 140 indústrias da região. Desde o início da pandemia, o local conta com um espaço específico para a realização de testes de Covid, sendo que até o momento, já foram realizados mais de 10 mil testes. O SESI Escola, que hoje é a Escola S, localizada no bairro Jardim Maluche, também contou com o apoio do empresário Ingo Fischer na melhoria de sua infraestrutura. Na unidade de Educação Infantil estudam 142 crianças na creche e 161 na pré-escola, além de 371 alunos nos anos inicias do Ensino Fundamental.

Enquanto vice-presidente regional da FIESC no Vale do Itajaí Mirim, Ingo Fischer, contou com o seu bom relacionamento com o então Governador do Estado, Raimundo Colombo para, através de sua empresa, a Irmãos Fischer S/A firmar um convênio com a Secretaria de Estado da Fazenda e realizar a duplicação de 3,5 quilômetros da rodovia Antônio Heil, que dá acesso à cidade. A obra, no valor R$35 milhões teve a execução paga com recursos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da Irmãos Fischer e projetada pelo Deinfra. Outros R$ 10 milhões também do ICMS, foram utilizados para desapropriações. A obra resultou no melhor escoamento da produção das indústrias e em mais segurança para os motoristas que trafegam pelo local e para os moradores e trabalhadores da região.

Mérito Sindical em 2019

REPRESENTATIVIDADE

Além de presidente do SIMMEBR, Ingo Fischer, também foi eleito para funções de destaque na cidade, como presidente da Associação Comercial e Industrial de Brusque – ACIBr, por dois mandatos, de 2001 a 2005. O prestígio que adquiriu junto às entidades e empresários de diversos setores no Estado e também no Brasil contribuíram para que outra obra importante também saísse do papel: o Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque – CESCB. O prédio foi uma conquista, que iniciou ainda na gestão do ex-presidente da FIESC, Osvaldo Moreira Douat, para que o terreno que pertencia ao SESI fosse negociado em troca de área construída. O Centro Empresarial foi inaugurado em 2005 e hoje abriga os sindicatos patronais filiados à Federação, como o Sindicato da Indústria da Construção Civil e do Mobiliário de Brusque e região – Sinduscon; Sindicato da Indústria do Vestuário de Brusque e região – Sindivest; Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem, Malharia e Tinturaria de Brusque, Botuverá e Guabiruba – Sifitec e o SIMMEBR, além de entidades como a Associação Comercial e Industrial de Brusque – ACIBr, Associação Brusquense de Medicina – ABM, Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba – Sindilojas e Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL. O prédio conta ainda com salas para reuniões e um auditório para 280 pessoas. No local funciona ainda, a Clínica do SESI, que atende por mês cerca de 8.500 mil trabalhadores da indústria em saúde ocupacional e realiza em torno de 8 mil vacinas.

Inauguração CESCB em 2005

A parceria com outros presidentes da FIESC geraram mais obras, como manutenção e novas salas de aula do SESI Escola, no jardim Maluche, durante as gestões de José Fernando Xavier Faraco e também por Alcantaro Correa; a grande obra realizada pelo presidente Glauco José Côrte, foi a construção da quadra poliesportiva do SENAI e com o atual presidente, Mario Cezar de Aguiar, reempossado no dia 12 de agosto, Fischer já articulou para 2022 a aprovação de dois importantes projetos, como a construção de uma nova Escola S no SENAI, com 4.400m2 e investimentos de R$ 18 milhões e revitalização do Laboratório Têxtil do SENAI no valor de R$ 1,69 milhão.

A reconhecida atuação junto aos empresários locais, levou Ingo Fischer a ser escolhido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina, um dos 16 vice-presidentes regionais da entidade e, assim que tomou posse, instalou uma sede na cidade, que está localizada no 5º andar do Centro Empresarial.

Pela representatividade nas funções que exerceu ao longo dos anos junto à FIESC, o empresário recebeu inúmeras homenagens com destaque nacional. Fischer foi agraciado com a Ordem do Mérito Estadual e com a Ordem do Mérito Nacional, concedida pela CNI – Confederação Nacional da Indústria. Recentemente, ao deixar a Federação, após 44 anos de trabalho em prol das indústrias da região e de seus colaboradores, Ingo recebeu uma grande homenagem durante a reunião da Diretoria da FIESC que foi conduzida pelo presidente, Mario Cezar de Aguiar.

“Foi uma etapa que fiz com um único objetivo, o de contribuir com o crescimento de Brusque, acreditando na indústria regional e sua força na geração de empregos e renda. Passo a vice-presidência regional da FIESC, para o empresário Edemar Fischer, meu irmão. Assim, tenho a certeza de dever cumprido, orgulho dos trabalhos realizados e acreditando que o futuro será ainda melhor. Obrigado por tudo!”, finalizou.

Inauguração escola metal mecânica do SENAI

RECONHECIMENTO

Durante os vários anos em que atuou junto à FIESC, Ingo Fischer contribuiu para o desenvolvimento de Brusque e da região, participando de entidades e recebendo o reconhecimento de representantes de toda a cidade.

“O trabalho de representação realizado por industriais como Ingo, exige sacrifícios em nome do interesse coletivo. Há muitos anos, ele vem desenvolvendo um excelente trabalho, sempre em nossas diretorias e também como vice-presidente regional, por isso merece o reconhecimento da FIESC pela presteza com a qual desempenhou suas funções durante todo esse tempo”.
Mário Cezar de Aguiar – Presidente da FIESC

“Como empresário, mas principalmente, como irmão, e por atuar muito próximo ao Ingo em diversas entidades das quais ele fez parte, sei da sua busca incansável por fazer o melhor pelas indústrias de Brusque e da região, sem esquecer das pessoas que fazem elas crescerem. Tenho certeza que o seu legado, através de suas conquistas, faz parte da história de Brusque e espero seguir este caminho, trazendo ainda mais conquistas para a cidade e para a região”.
Edemar Fischer – Vice-presidente Regional da FIESC e Presidente do SIMMEBr

“O Senhor Ingo sempre foi um defensor do associativismo e sempre esteve envolvido em grandes obras importantes que contribuíram para o que a cidade é hoje, como o nosso Centro Empresarial, onde está a sede do nosso sindicato. Então, a gente só tem a agradecer por tantos anos de dedicação à nossa região e por tantos feitos, principalmente nas questões associativas”.
Fernando José de Oliveira – Presidente Sinduscon Brusque

“Nestes 40 anos que o empresário Ingo Fischer representa o Vale do Itajaí junto à FIESC, podemos destacar sua visão de futuro. É difícil sintetizar um discurso no qual habitam tantos bons exemplos de associativismo, de desprendimento, de entender que quando se contribui voluntariamente com uma região, todos crescem. Somos gratos por esta representatividade exemplar. O empreendedor Ingo Fischer é um idealizador de projetos e construtor de sonhos. Gratidão por tudo!”.
Rita Cassia Conti – Presidente da ACIBr e Presidente do Sindivest

“A representatividade do empresário Ingo Fischer, enquanto esteve na FIESC, reflete e muito no pilar educação e indústria, principalmente, no que diz respeito à valorização do profissional que busca o aperfeiçoamento em prol do desenvolvimento regional.”
Professora Rosemari Glatz – Reitora da UNIFEBE

“Ingo Fischer, um homem sempre comprometido com a sociedade brusquense, nas causas do desenvolvimento da cidade, com o SESI, SENAI, Hospital Azambuja, entre tantos outros locais que sempre apoiou e defendeu, representou muito bem a cidade de Brusque junto à FIESC.”
Ari Vequi – Prefeito de Brusque

The post Legado de Ingo Fischer na FIESC representa uma história de desenvolvimento industrial para brusque e região appeared first on O Município.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.