Edital do transporte público de Itajaí é impugnado após questionamentos de empresa

O edital de concorrência pública que iria definir a empresa que vai gerir o transporte público de Itajaí pelos próximos 20 anos foi impugnado, dias antes do dia marcado para abertura dos envelopes com as propostas, que seria nesta segunda-feira (13).

O projeto também define o preço da tarifa: R$ 4,30 para compra antecipada e R$ 4,50 para pagamento em dinheiro – Foto: Marcos Porto/Arquivo Secom/Divulgação

Segundo a prefeitura, a empresa que atualmente gerencia o transporte público em Itajaí, a Transpiedade, questionou e pediu mais esclarecimentos a respeito do edital. A reportagem do ND+ entrou em contato com a empresa, que preferiu não se manifestar, mas adiantou que ainda aguarda as respostas aos questionamentos feitos.

O prazo para resposta aos questionamentos era dois dias úteis antes da abertura dos envelopes. Só que, segundo a prefeitura, os questionamentos chegaram apenas na última segunda-feira (6), e, com o feriado, não houve prazo hábil para as respostas.

Ainda não há uma previsão de quando o edital será republicado, mas, conforme a prefeitura, a intenção é que seja o mais rápido possível, já que, com todos os prazos, é possível que o projeto do novo transporte público só seja colocado em andamento em 2022.

Projeto

A proposta é que a nova empresa cubra 95% da área urbana da cidade, com 44 ônibus e tarifas acessíveis e diferenciadas. A expectativa é implantar o novo modelo de transporte coletivo nos primeiros meses de 2022. O processo de concorrência pública acontece no dia 13 de setembro, às 13h30, na Prefeitura de Itajaí.

Com a regulamentação do subsídio tarifário, os valores das passagens terão modelos diferenciados. A tarifa unitária terá os valores de R$ 4,30 no cartão e R$ 4,50 no dinheiro, com direito a uma integração no período de uma hora.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.