“Tirem as faixas onde está escrito Bolsonaro!”, diz Zé Trovão, que foge da PF

O caminhoneiro bolsonarista Zé Trovão disse, na tarde desta quinta-feira (9/9), em vídeo enviado do México, que o movimento da categoria na Esplanada dos Ministérios e em vários pontos do país, não se trata de apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), mas um movimento contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e a corrupção. Após ter anunciado que seria preso “em instantes” pela Polícia Federal, o caminhoneiro afirmou que decidiu continuar a fugir das autoridades.

“Nossa luta é contra os desmantelos do STF. É contra o Alexandre de Moraes. A nossa luta é contra a corrupção, bandidagem. Nós não estamos de maneira nenhuma defendendo o presidente Bolsonaro, nem contra, nem a favor. Nós estamos lutando pelo Brasil. Essa luta é brasileira. Pelo amor de Deus, as paralisações aí precisam ter faixas com a cara do Alexandre de Moraes, pedindo o impeachment dele.”

E prosseguiu: “Vamos, tirem as faixas em que está escrito Bolsonaro, apoio a Bolsonaro! Vamos lutar pelo certo, não estamos lutando a favor do Bolsonaro. Estamos lutando a favor da família brasileira, dos bons costumes”.

Mais cedo, Zé Trovão anunciou em um vídeo que estaria no México e que seria preso “em instantes” pela Polícia Federal. Ele foi encontrado pela corporação com a ajuda do Itamaraty. De acordo com o bolsonarista, autoridades ligaram para o hotel em que ele está hospedado para comunicar a prisão.

Em outro trecho do vídeo, o caminhoneiro diz que, apesar de a polícia ter descoberto o paradeiro dele, ele segue fugindo: “Eu tô aqui numa correria do caramba, de novo tendo que fugir. Eu queria me entregar, mas ninguém quer deixar eu me entregar. Por que quero me entregar? Porque o povo brasileiro tem que saber que eu tô do lado de vocês. Tá todo mundo pedindo pra que eu não faça isso, então nos ajudem”, salientou.

O homem ainda insiste para que os manifestantes tentem “parar o país”. “Vamos para as ruas agora, vamos parar tudo. Empresários, fechem suas empresas e vamos para as ruas salvar o nosso Brasil. Dá tempo ainda, conto com vocês”, finalizou.

Zé Trovão teve a prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na semana passada. Ele, contudo, fugiu.

O post “Tirem as faixas onde está escrito Bolsonaro!”, diz Zé Trovão, que foge da PF apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.