Amazon falha e, no lugar de enviar livros, remete gel de barbear

Professora comprou exemplares de Tchékhov, mas, quando abriu a caixa, uma surpresa: gel da Gilette

 

Professora de Psicologia na Faculdade de Letras da Universidade federal de Goiás e doutoranda pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Candice Marques de Lima é leitora apaixonada da literatura russa, sobretudo Tchékhov, o contista, e Fiódor Dostoiévski. Ao saber que a Companhia das Letras iria publicar as peças de Tchékhov, com tradução direta do russo — empreendimento de Rubens Figueiredo, um dos mais qualificados tradutores do russo —, a mestre não hesitou: pediu logo dois exemplares (um deles para uma estudante de Letras da UFG, Camila Belém, filha de seu marido).

As peças são: “A Gaivota”, “Tio Vânia”, “Três Irmãs” e “O Jardim das Cerejeiras”. Pois o que Candice Marques não esperava é que a Amazon — por certo, um funcionário entre o estressado e o descuidado — lhe pregasse uma peça, quiçá kafkiana: no lugar dos dois exemplares, a gigante americana enviou dois fracos de gel para barbear, da Gilette. Bem, ela não tem barba nem bigode, mas o marido, Euler de França Belém, é tão barbudo quanto alguns russos. Será que o Saci ou um algum personagem brincalhão da literatura russa — quiçá o acidioso Oblomov — decidiu fazer alguma brincadeira?

A Amazon certamente vai enviar os dois exemplares. Espera-se que, desta vez, depois de mandar o gel de barbear, a empresa americana não remeta o prestobarba… da Gilette.

Leia sobre Tchékhov

Companhia das Letras lança peças de Tchékhov com tradução direta do russo por Rubens Figueiredo

O post Amazon falha e, no lugar de enviar livros, remete gel de barbear apareceu primeiro em Jornal Opção.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.