CPI da Covid: Tolentino tem 6 CPFs inscritos na Receita, diz Randolfe

O vice-presidente da CPI da Covid-19, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), revelou, nesta terça-feira (14/9), em sessão da CPI da Covid, que o advogado Marcos Tolentino, apontado como sócio oculto da Fib Bank, possui a inscrição de pelo menos seis Cadastros de Pessoa Física (CPFs) na Receita Federal, sendo dois regulares.

“Por que vossa senhoria tem tantos CPFs cancelado na Receita Federal?”, indagou o senador, destacando que os documentos com as terminações 09, 81, 80, 60 estariam cancelados. “E algo curioso: 84 e 05 estão como regulares. Ninguém pode ter dois CPFs”, acrescentou.

Tolentino disse que não tinha dois CPFs. “Então, a Receita Federal está agindo de má-fé?”, rebateu. O advogado disse que ficaria em silêncio.


0

Amigo do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), Tolentino entrou no radar da comissão após ser apontado como suposto sócio oculto da Fib Bank. Apesar de não ser banco, a empresa forneceu R$ 80,7 milhões como garantia no contrato da Precisa Medicamentos com o Ministério da Saúde nas negociações da vacina Covaxin.

Esta é a segunda vez que o colegiado tenta ouvi-lo. Na primeira ocasião, em 1° de setembro, a defesa dele apresentou um atestado médico alegando que o advogado não poderia depor em razão de problemas de saúde, pelos quais chegou a ficar internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

O post CPI da Covid: Tolentino tem 6 CPFs inscritos na Receita, diz Randolfe apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.