União deve indenizar mãe de militante morto durante ditadura

Por constatar “prova em abundância” da repressão por agentes estatais, o desembargador Johonsom di Salvo, da 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, manteve a condenação da União ao pagamento de indenização de R$ 200 mil à mãe de um militante torturado e morto à época da ditadura mili…
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.