Rede que transportava cocaína da América do Sul para a Europa é desmantelada na Itália

A polícia italiana desmantelou nesta terça-feira (14) uma rede internacional de tráfico de cocaína, administrada pela conhecida máfia calabresa ‘Ndrangheta e que transportava a droga da América do Sul para a Europa.

As forças de segurança transalpinas conseguiram decifrar as comunicações dos narcotraficantes, que “se comunicavam por meio de um sistema complexo em que os números eram associados às letras do alfabeto, sem espaços nem pontuações”, disse o capitão Carmine Virno, cuja equipe executou a operação.

Cerca de 400 agentes, que tinham 57 mandados de prisão, realizaram buscas em toda a Itália na manhã de terça-feira.

Desta forma, culminaram uma investigação de quatro anos, apelidada de “Crypto”, de uma rede envolvendo 90 suspeitos, incluindo vários mafiosos italianos proeminentes, e que tinha um intermediário na República Dominicana.

As prisões de terça-feira também resultaram em uma quantidade significativa de drogas, avaliada em cerca de 4,3 milhões de dólares.

A rede transportou grandes quantidades de cocaína, escondidas em veículos do norte da Europa e da Espanha para o território italiano. Ela também chegava à Malta de barco.

Várias famílias dos grupos mafiosos Gioia Tauro e Rosarno na Calábria, no extremo sul da península italiana, estiveram em contato com fornecedores sul-americanos e um intermediário dominicano, informou a polícia italiana.

Outro suspeito, de nacionalidade alemã, mas com laços com a Calábria, também atuou como intermediário com traficantes do norte da Europa.

Os mafiosos “usavam cartões SIM alemães descartáveis e se comunicavam apenas por mensagens de texto, então não podiam identificar sua voz se seus telefones estivessem sem fio”, disse Virno.

Assim que os agentes conseguiram decifrar esse sistema de comunicação, iniciaram uma operação de acompanhamento para obter provas dos suspeitos.

A ‘Ndrangheta, segundo especialistas, é atualmente a máfia italiana mais poderosa e tem cerca de 20.000 membros.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.