Veja como vai funcionar o pagamento de boletos via PIX

Boletos e contas de água, luz e telefone poderão ser pagos diretamente pelo PIX, o novo sistema de transferências em tempo real desenvolvido pelo Banco Central (BC). No entanto, para que isso seja possível, os documentos deverão conter a tecnologia QR Code.

Boletos deverão incorporar o QR Code, necessário para pagamento via PIX – Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O boleto é um meio de pagamento distinto do PIX, que permitirá que a transação seja feita em qualquer horário, nos sete dias da semana e nos 365 dias do ano, mesmo em feriados. O dinheiro deverá cair na conta em até 10 segundos.

O PIX começará a funcionar no próximo dia 16 de novembro. Até lá, bancos e instituições financeiras e de pagamentos têm realizado o cadastro das chaves, que funcionarão como identificadores das contas dos clientes.

De acordo com o BC, o determinante para o pagamento de contas e faturas via PIX é se o emissor do boleto se adequou às regras do sistema e inseriu um QR Code nele. “Neste caso, o boleto funciona como mero espaço para impressão do código.”

Dessa forma, as contas poderão conter dois instrumentos de pagamento: o código de barras do boleto e o QR Code do PIX – são formas de pagamento distintas, ainda que possam estar previstas no mesmo papel, por opção do credor.

Portanto, caso o documento contenha apenas o código de barras do boleto, mas não o QR Code do PIX, o cliente não poderá pagar a conta pelo novo sistema de transações.

“Como o PIX não almeja eliminar outras formas de pagamentos, pode ser que o emissor do boleto prefira mantê-lo. Neste caso, código de barras e QR Code coexistiriam no mesmo papel”, exemplificou a autarquia federal, em nota ao Metrópoles.

Contas de luz

O Banco Central anunciou, em agosto, uma parceria com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) que vai permitir a possibilidade de pagar a conta de luz com o PIX. O acordo facilita também as atividades das distribuidoras de energia.

O uso do PIX no âmbito das distribuidoras de energia elétrica será feito gradualmente e pode durar até dois anos, tempo de vigência do acordo de cooperação. O sistema é mais rápido e barato para essas empresas receberem pela prestação do serviço.

Nessa segunda-feira (26), o chefe de subunidade no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do BC, Breno Lobo, explicou que nem todas as empresas vão participar do PIX em 2020, pois o processo de adesão é gradual.

“Algumas distribuidoras de água e energia entrarão no PIX em novembro, assim como as empresas da parte de telefonia, que vão ofertar o novo sistema tanto para o pagamento de faturas como para a recarga de celulares pré-pagos”, disse.

Como realizar o QR Code

De acordo com o Banco Central, o novo sistema de pagamentos instantâneos possuirá uma funcionalidade chamada “PIX Copia e Cola”. A partir de um QR Code, haverá a possibilidade de gerar um código com as informações apresentadas.

“Assim, o usuário poderá copiar esse código e depois colá-lo em campo específico de pagamento do prestador de serviço, assim como ocorre, por exemplo, quando o usuário paga um boleto, copiando e depois colando as informações do código de barras”, explica.

Do lado do credor, é importante destacar que todos os arranjos de pagamento integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro que ofertem iniciação de pagamento por meio de QR Code devem seguir um padrão estabelecido pelo BR Code.

Hoje, existem dois tipos de QR Code: estático e dinâmico. Segundo o BC, ambos servem para receber um ou mais PIX e podem ser gerados pela instituição financeira ou de pagamento, além de serem disponibilizados em papel ou em meio eletrônico.

Veja a diferença:

  • Estático: poderá ser usado para transferências ou no comércio quando as informações para pagamentos não mudam, incluindo o valor a ser pago (exemplo: um sorveteiro, em que o preço do picolé é o mesmo sempre).
  • Dinâmico: poderá ser utilizado no comércio quando as informações para pagamentos mudam a cada momento (exemplo: em um supermercado, quando o valor de cada compra é diferente).
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me
YOUTUBE
Leitores On Line